Voltar ao Blog
Reforma-trabalhista

Reforma Trabalhista: Entenda as mudanças na marcação de ponto

Hendrik Machado

Faça um teste grátis!

Experimente o melhor Controle de Ponto Online por 14 dias.
Sem Fidelidade!

Desde julho de 2017, com a aprovação do texto da Reforma Trabalhista, muitas mudanças passaram a fazer parte da rotina de empregadores e empregados. Novas definições sobre jornada de trabalho, férias, negociação do contrato de trabalho e diversos outros aspectos tiveram impacto direto na rotina do departamento pessoal e na relação trabalhista.

No post de hoje, veremos algumas mudanças na marcação de ponto que precisam ser observadas. Continue a leitura e saiba mais!

Jornada de trabalho segundo a nova reforma trabalhista

Entre as principais mudanças que entraram em vigor com a Reforma Trabalhista, destaca-se o limite máximo da jornada de trabalho. Agora, esse limite pode ser negociado. Antes, a jornada padrão era de 8 horas diárias (com jornada de trabalho semanal de, no máximo, 44 horas por dia), com a possibilidade de 2 horas extras diárias.

Com as mudanças da Reforma, a jornada de 12 horas trabalhadas por 36 horas de folga passa a ser oficializada. Além disso, outra modificação é a jornada de trabalho parcial. Até então, a legislação previa a possibilidade de trabalho máximo de 25 horas semanais sem hora extra nessa modalidade.

Após a modificação normativa, a jornada de trabalho parcial passa a ter duas possibilidades. O trabalhador poderá ter uma jornada de trabalho semanal de 30 horas, contudo, sem ser remunerado com o pagamento de horas extras. Ou de 26 horas semanais, com a possibilidade de realizar até 6 horas extras. 

calculo de horas extras

 

Trabalho remoto

A Reforma Trabalhista passa a regulamentar o teletrabalho, ou mais conhecido como home office ou trabalho remoto. Assim, o funcionário passa a realizar suas tarefas a distância — a partir de casa, por exemplo. 

Agora, a Reforma Trabalhista determina que o empregador estabeleça um contrato de trabalho referente ao serviço realizado pelo funcionário remoto.

O contrato de trabalho deve especificar as atividades realizadas pelo trabalhador, bem como suas responsabilidades, e os custos referentes a materiais usados para a execução das tarefas. 

Intervalo para almoço

Outra mudança importante diz respeito ao intervalo para as refeições. Para funcionários que mantêm uma jornada de trabalho de 8 horas diárias, a lei previa um intervalo mínimo de uma hora e máximo de duas horas para alimentação e descanso.

Agora o tempo mínimo de intervalo passa a ser de 30 minutos, independentemente de acordo estabelecido entre empregado e empregador. 

Obrigatoriedade da marcação de ponto

Outra mudança trazida pela Reforma Trabalhista está relacionada à obrigatoriedade da marcação de ponto. De acordo com a Consolidação das Leis do Trabalho - CLT, empregadores que mantêm registrados mais de 10 colaboradores precisam, obrigatoriamente, implementar algum tipo de instrumento que registre a jornada de trabalho, podendo ser algum dispositivo manual, mecânico ou eletrônico. 

A Reforma Trabalhista passa a condicionar essa obrigatoriedade a um acordo firmado entre empresas e sindicatos. 

Banco de horas

A Reforma Trabalhista abre a possibilidade de negociação entre o empregador e o empregado. Assim, é possível negociar diretamente como será feita a compensação das horas trabalhadas além da jornada máxima.

Vale destacar que, antes da Reforma, a compensação das horas era negociada entre o empregador e os sindicatos, de forma coletiva. Com as mudanças, o que for acordado entre o trabalhador e o patrão passa a valer, independentemente de convenção ou acordo coletivo. O prazo máximo em que deverá ocorrer a compensação é de seis meses. No caso de banco de horas, o prazo máximo para a compensação é de um ano. 

Tempo de deslocamento

Antes da Reforma Trabalhista, existia a chamada hora "in itinerare". Essa hora refere-se ao tempo gasto pelo trabalhador para se deslocar da sua casa até o local de trabalho. Assim, esse tempo de deslocamento poderia ser considerado parte da jornada de trabalho

Com a Reforma Trabalhista, o tempo de deslocamento passa a não ser mais integrante da jornada de trabalho. Isso porque o trabalhador não está à disposição da empresa. Assim, o tempo que é percorrido entre a casa e o local de trabalho passa a não ser hora trabalhada, independentemente da disponibilidade de transporte e da localização da residência.

A Pontomais é a maior plataforma de Controle de Ponto da América Latina. Intuitiva, econômica e segura, somos mais que um sistema de controle de ponto, somos seu parceiro para um RH mais fácil e estratégico. Garantido que as empresas estejam dentro da lei e evitando passivos trabalhistas.

Diminua a burocracia usando tecnologia simples e ganhe tempo para cuidar das pessoas e do seu negócio. Clique aqui, conheça a Pontomais e venha revolucionar a gestão da sua empresa.

Até mais. 🙂


Compartilhe nas redes sociais: 

Mais posts do blog

Quais são as principais rotinas financeiras de final de ano nas empresas?

Férias, décimo terceiro salário e outras despesas. Sua empresa já está preparada para as rotinas financeiras de final de ano? Saiba mais sobre elas no Blog da Pontomais.

Ler mais

1º MeetUp de RH Pontomais

Trabalhar em um ecossistema integrado entre pessoas e tecnologia é um desafio. No 1º Meetup de RH Pontomais vamos te ajudar.

Ler mais

Funil de vendas: o que é, dicas e vendas online

Confira as dicas para produzir conteúdo em cada uma das etapas do funil de vendas e transforme o usuário da internet em cliente.

Ler mais

Fique por dentro do mundo de RH!

Faça o cadastro em nossa newsletter para receber nosso conteúdo novo, sempre fresquinho!

Conheça a Pontomais

Gestão de jornada na palma das mãos

Nosso App e Software de Controle de Ponto vai tornar sua vida mais fácil

20/03 18:01
R. Padre Anchieta, 2310, Mercês, Curitiba-PR
BANCO DE HORAS
+23:42

Que tal fazer um teste Grátis?

Experimente grátis por 14 dias o melhor sistema de Controle de Ponto da América Latina
COMEÇAR AGORA
Muito Obrigado. Clique AQUI para acessar a Pontomais
Oops! Alguma coisa deu errado ao enviar o seu cadastro! Tente novamente.

Estamos preparando sua conta...