Voltar ao Blog
Cálculo de Férias Pontomais

Cálculo de férias CLT: Como fazer?

Silvana Fernandes

O cálculo de férias é uma atividade rotineira em qualquer Departamento Pessoal. No entanto, existem algumas dúvidas sobre a lei e o que deve ser considerado no momento de fazer as contas.

Pensando nisso, preparamos este conteúdo para esclarecer os pontos mais importantes sobre o assunto. Continue conosco e aprenda, na prática, como verificar o valor do benefício de cada colaborador.

Quais fatores considerar no cálculo de férias?

O primeiro fator a ser analisado é o salário. Os vencimentos são usados como base para determinar o valor. Assim, cada período de férias é diretamente proporcional ao pagamento mensal do funcionário.

As horas extras exercidas pelo colaborador no período dos 12 meses considerado também devem entrar na conta. Caso o trabalhador receba adicional noturno, por insalubridade ou trabalho perigoso, é preciso que isso seja verificado e conste nas férias.Além disso, existe a estipulação do terço de férias.

Ela determina que os funcionários tenham o direito de receber um terço a mais do valor. Esse direito é constitucional, portanto, é obrigação da empresa levá-lo em conta.

Também é preciso considerar os descontos pertinentes. Do montante de férias a ser recebido, o primeiro a ser abatido é o INSS. Outra subtração ocorre apenas em casos pertinentes e se refere ao Imposto de Renda.

Ao final, o gestor de Recursos Humanos precisa verificar se o aproveitamento das férias foi total ou se o funcionário optou pela venda de alguns dias. Caso parte das férias tenha sido vendida, o adicional proporcional deve ser somado ao valor.

Planilha Cálculo Horas Extras

Quais são os direitos de férias dos colaboradores?

Uma questão que surge no momento de realizar o cálculo de férias é os aspectos legais que envolvem o assunto. Muitos gestores têm medo de cometer erros e realizar uma operação ilegal. Por isso, é importante fazer alguns esclarecimentos.

Divisão das férias

O primeiro diz respeito à divisão. O funcionário pode usufruir do período de maneira parcelada, tendo um limite de 3 vezes ao ano.

Pagamento das férias

A empresa tem o prazo de doze meses após o período aquisitivo para conceder o desfruto das férias ao colaborador. Por exemplo, se ele começou a trabalhar em 01 de maio de 2017, tem até 30 de abril do ano de 2018 para ter gozado de todo o benefício, ou seja, um ano. Caso a empresa descumpra essa regra, o funcionário tem direito a receber férias em dobro.

Venda das férias

O trabalhador tem direito a realizar a venda de suas férias. Dessa forma, o colaborador trabalha os dias que vendeu e recebe por eles, além do valor da venda. Assim, ele deve informar ao empregador sobre essa intenção com 15 dias de antecedência ao período aquisitivo. É possível vender até ⅓ das férias.

Como realizar o cálculo de férias?

Vamos agora para um exemplo simples para que você saiba como realizar essa operação na prática. Vamos supor que um colaborador com salário de R$2.000 tirou 30 dias de férias:

  • 30 dias de férias: R$ 2.000;
  • + ⅓ de férias: R$ 2000 + R$ 2000/3;
  • + R$666,66 abono pecuniário;
  • + ⅓ abono pecuniário: R$ 222,22;
  • - R$ 240 de INSS e - R$ 39,20 de IR;
  • esse colaborador deve receber R$ 3.276,35.

O cálculo de férias não é um bicho de sete cabeças, como muitos pensam. Portanto, a tarefa pode ser executada pelos gestores, exigindo atenção a algumas questões. Seguindo as nossas dicas, você certamente executará essa missão com facilidade!

Nosso artigo te ajudou a entender o cálculo de férias? Quer um auxílio para contabilizar as horas extras dos funcionários e ter essa informação no momento de efetuar as contas? Leia nosso artigo sobre planilha de horas extras e saiba como!

A Pontomais é a maior plataforma de Controle de Ponto da América Latina. Intuitiva, econômica e segura, somos mais que um sistema de controle de ponto, somos seu parceiro para um RH mais fácil e estratégico. Garantido que as empresas estejam dentro da lei e evitando passivos trabalhistas.

Diminua a burocracia usando tecnologia simples e ganhe tempo para cuidar das pessoas e do seu negócio. Clique aqui, conheça a Pontomais e venha revolucionar a gestão da sua empresa.

Até mais. 🙂

Compartilhe nas redes sociais: 

RH Digital

Preencha os seus dados e receba o ebook
de RH 4.0 gratuitamente.
Obrigado! Você receberá seu Ebook em breve.
Oops! Alguma coisa deu errado, tente novamente.

Mais posts do blog

CAGED agora é eSocial

O CAGED foi extinto para as empresas que estão inseridas no Simples Nacional. As empresas desse grupo agora repassam as informações pelo sistema do eSocial.

Ler mais

Entenda o que é RH 4.0 e qual é sua importância

O RH 4.0 é a união dos sistemas digitais e físicos. Que juntos conseguem visualizar uma produção inteira e ter autonomia para tomar decisões.

Ler mais

Entenda como funciona o teste gratuito Pontomais

O teste gratuito Pontomais é oferecido para as empresas que desejam conhecer melhor nossas funcionalidades antes de se comprometerem financeiramente.

Ler mais

Fique por dentro do mundo de RH!

Faça o cadastro em nossa newsletter para receber nosso conteúdo novo, sempre fresquinho!

Conheça a Pontomais

Gestão de jornada na palma das mãos

Nosso App e Software de Controle de Ponto vai tornar sua vida mais fácil

20/03 18:01
R. Padre Anchieta, 2310, Mercês, Curitiba-PR
BANCO DE HORAS
+23:42

Que tal fazer um teste Grátis?

Experimente grátis por 14 dias o melhor sistema de Controle de Ponto da América Latina
COMEÇAR AGORA
Muito Obrigado. Clique AQUI para acessar a Pontomais
Oops! Alguma coisa deu errado ao enviar o seu cadastro! Tente novamente.

Estamos preparando sua conta...

Faça um teste grátis!

Experimente o melhor Controle de Ponto Online por 14 dias.
Sem Fidelidade!