Voltar ao Blog
advertência verbal e escrita

Advertência verbal e escrita ao funcionário: veja como fazer

Silvana Fernandes
Compartilhe nas redes sociais: 

Quando os funcionários não agem de acordo com o padrão de comportamento esperado pela empresa, aplicar advertência verbal ou escrita é a melhor forma de corrigi-los. Porém, muitas dúvidas surgem na hora de executá-las, já que esse é um assunto bastante delicado.

Por esse motivo, é muito importante conhecer os momentos ideais de realizá-las e quais são as consequências dessas advertências para não cometer erros legais. Quer saber tudo sobre o assunto? Continue a leitura para conferir!

Em quais casos a advertência verbal e escrita deve ser utilizada?

A advertência deve ser dada ao trabalhador quando ele desrespeitar o contrato de trabalho, as normas da empresa ou o acordo coletivo de trabalho. Ela é uma forma de notificar o colaborador, deixando-o ciente das consequências de rescindir o erro. Em caso de persistência, a notificação se agrava e pode evoluir para uma punição.

ebook de controle de ponto

O funcionário pode se recusar?

O funcionário pode se recusar a assinar o documento da advertência por não achá-la justa ou por motivos similares. No entanto, a lei ampara a empresa nesses casos. É possível chamar duas testemunhas que tenham presenciado o ocorrido para assinarem e dar veracidade ao documento, confirmando que a falta realmente ocorreu.

Após os dois tipos de advertência, o que deve ser feito?

Se após as duas advertências a mesma falta ocorrer novamente, o empregado pode ser suspenso por até três dias. Isso deve ser registrado por meio de um documento similar ao da advertência por escrito, porém, com o detalhe da suspensão — avisando que o trabalhador não receberá pelos dias em que estiver suspenso.Caso o fato persista após a suspensão, é possível aplicar a demissão por justa causa.

Como a advertência deve ser aplicada?

As advertências possuem regras quanto a sua aplicação. Por questões jurídicas, é necessário seguir alguns princípios legais para notificar o empregado. Conheça quais são eles!

Etapas

As advertências devem seguir uma ordem específica, em hierarquia. É vedado pular as seguintes etapas:

Aplicação

As punições devem ser imediatas. Ou seja, é preciso aplicá-las no ato, em seguida do incidente ter acontecido. As únicas exceções são nos casos de haver necessidade de apurar os fatos antes.

No entanto, se esse for o caso, deve ser justificado por escrito no documento. Além disso, a advertência deve ser assinada pelo empregado e mais duas testemunhas, além do empregador.

Penalidades

As penalidades devem ser únicas. Isso significa que, para cada falta, apenas um tipo de advertência pode ser utilizada. Portanto, não é possível, para um único erro, aplicar uma advertência verbal e uma por escrito.

Durante a correção do funcionário, é preciso considerar a proporcionalidade, sendo que o empregador precisa utilizar o bom senso. Para isso, deve avaliar o histórico do empregado, se já cometeu faltas outras vezes, seus motivos e condições pessoais.

Seguindo a lei corretamente, a advertência verbal e escrita pode funcionar como um excelente corretor de conduta, educando o trabalhador. Caso isso não seja possível e as faltas rescindirem, o empregador pode se amparar nelas para tomar uma ação mais efetiva, tendo provas dos motivos que levaram a essa decisão. Por isso, elas são uma forma de tornar transparentes as relações de trabalho.

Achou nosso artigo útil? Siga-nos nas nossas redes sociais para acompanhar sempre conteúdos atuais e informativos! Estamos no Facebook e LinkedIn!

A Pontomais é a maior plataforma de Controle de Ponto da América Latina. Intuitiva, econômica e segura, somos mais que um sistema de controle de ponto, somos seu parceiro para um RH mais fácil e estratégico. Garantido que as empresas estejam dentro da lei e evitando passivos trabalhistas.

Diminua a burocracia usando tecnologia simples e ganhe tempo para cuidar das pessoas e do seu negócio. Clique aqui, conheça a Pontomais e venha revolucionar a gestão da sua empresa.

Até mais. 🙂


RH Digital

Preencha os seus dados e receba o ebook
de RH 4.0 gratuitamente.
Obrigado! Você receberá seu Ebook em breve.
Oops! Alguma coisa deu errado, tente novamente.

Veja também

MP 927/2020 e COVID-19: Tudo Que Você Precisa Saber

A MP 927/2020 é uma ação do Governo Federal para minimizar os impactos econômicos da pandemia do COVID-19. Veja como ela pode ajudar a sua empresa!

Ler mais

Case de Sucesso: Conheça a Parceria Entre a Pontomais e a Ambiensys

A Ambiensys nos procurou para resolver alguns desafios da sua gestão de RH e essa parceria só cresceu desde então. Conheça o case de sucesso: Ambiensys + Pontomais!

Ler mais

Diversidade nas Empresas: Porquê e Como Aplicar no Seu Negócio

Diversidade no quadro de funcionários é fundamental para gerar bons resultados na gestão de RH. Veja como e por quê implementar essa estratégia na sua empresa!

Ler mais

Fique por dentro do mundo de RH!

Faça o cadastro em nossa newsletter para receber nosso conteúdo novo, sempre fresquinho!

Conheça a Pontomais

Gestão de jornada na palma das mãos

Nosso App e Software de Controle de Ponto vai tornar sua vida mais fácil

20/03 18:01
R. Padre Anchieta, 2310, Mercês, Curitiba-PR
BANCO DE HORAS
+23:42

Que tal fazer um teste Grátis?

Experimente grátis por 14 dias o melhor sistema de Controle de Ponto da América Latina
COMEÇAR AGORA
Muito Obrigado. Clique AQUI para acessar a Pontomais
Oops! Alguma coisa deu errado ao enviar o seu cadastro! Tente novamente.

Estamos preparando sua conta...

Faça um teste grátis!

Experimente o melhor Controle de Ponto Online por 14 dias.
Sem Fidelidade!

Pontomais no Top of Mind

Inspirados pelo futuro. Conectados pela inovação.

23ª Edição do Top Of Mind de RH, 2020.
Estar entre os indicados ao Top of Mind de RH, principal premiação do segmento de Recursos Humanos brasileiro desde 1998, é um enorme reconhecimento ao trabalho desenvolvido pelas empresas fornecedoras de produtos e serviços para o RH.
Vote Aqui