Voltar ao Blog
erros

4 erros mais frequentes cometidos em cargos de chefia

Compartilhe nas redes sociais: 
Aqui voce encontra:

Se você ainda pensa no chefe como uma figura autoritária, é bom rever agora mesmo os seus conceitos. Na era das gerações Y e Z, a relação entre patrões e empregados mudou radicalmente. A ideia de que esse relacionamento deve ser unilateral já não se sustenta mais e, hoje, a interatividade, a colaboração e o empoderamento fazem parte da nova realidade das empresas.Por sinal, substituímos a noção de chefe pela de líder, e entendemos que, hoje, os funcionários na verdade devem ser encarados como colaboradores. Acreditar na velha figura do chefe autoritário como a maneira mais eficaz de se gerir uma empresa é apenas um dos muitos erros cometidos pelos gestores hoje em dia.Vamos conferir os 4 principais erros cometidos por aqueles que possuem cargos de chefia?

1. Não delegar competências

Sim; monitorar a atividade dos colaboradores é muito importante, afinal, é só dessa forma que o gestor consegue levantar informações para tomar decisões mais acuradas. Acontece que existe uma diferença muito grande entre monitorar e sufocar. Em nome de um suposto controle das atividades, muitos profissionais que ocupam cargos de chefia concentram poderes demasiadamente.Mas esse tipo de controle excessivo pode causar uma série de problemas, a começar pela queda da produtividade – a quantidade exagerada de aprovações necessárias para a realização de atividades, por exemplo, pode comprometer os resultados. Além disso, esse também pode ser um verdadeiro fator de desmotivação na empresa. Por sinal, vamos abordar isso logo a seguir.

2. Não considerar o motivacional

A motivação nunca foi um assunto tão falado. Isso acontece porque as novas gerações buscam qualidade de vida acima de tudo e, portanto, quando o clima organizacional é negativo, normalmente a tendência é o abandono do “posto”. Prova disso é que, hoje, muitas pesquisas mostram que a rotatividade das empresas aumenta ano após ano.Quando os colaboradores não estão motivados, eles costumam produzir muito menos. Além disso, é possível perder uma série de talentos, que poderiam trazer um diferencial para o seu negócio. O ideal é cuidar para que o clima interno seja positivo. Para isso, algumas ações podem ser adotadas, como o marketing de incentivo, mas o fato é que a presença de uma liderança forte pode ser o grande trunfo.

3. Não assumir a liderança

Na introdução do nosso texto de hoje, vimos a importância da figura do líder nas organizações. Mas, afinal, o que significa assumir a liderança?Em primeiro lugar, é fundamental compreendermos que os líderes não são, necessariamente, aqueles que ocupam cargos de chefia na organização. Na verdade, a liderança é reconhecida pelo grupo, ou seja, é a pessoa que possui os atributos e qualidades que despertam admiração e respeito.O líder é aquele capaz de guiar o time e, portanto, procura participar da rotina da empresa, não apenas dar ordens. Além disso, ele procura ouvir e compreender os interesses de cada um dos subordinados, tomando decisões coletivamente.

4. Não realizar feedbacks apropriados

Muitos ainda consideram que feedback é sinônimo de “puxão de orelha”. Na verdade, esse é um momento de aprendizado, onde o líder passa a sua experiência para os outros colaboradores. Em outras palavras, se alguém cometeu um erro, é importante guiá-lo para o caminho certo.Acontece que o feedback não deve apenas ser realizado no caso de gafes. É fundamental demonstrar apoio aos colaboradores que estejam no caminho certo, para que se sintam estimulados e motivados a continuar em frente.Gostou das nossas dicas sobre os principais erros cometidos nos cargos de chefia? Para você, qual deles é o mais nocivo? Deixe sua opinião nos comentários!

RH Digital

Preencha os seus dados e receba o ebook
de RH 4.0 gratuitamente.
Obrigado! Você receberá seu Ebook em breve.
Oops! Alguma coisa deu errado, tente novamente.

Veja também

Como Lidar com Atrasos no Trabalho? Tolerância, CLT e Dicas Práticas

Os atrasos no trabalho podem ser grandes indicadores de performance e bem-estar do seu time. Por isso, conhecer os limites de tolerância, saber o que a CLT diz sobre o assunto e ter maneiras de lidar com esse desafio no dia a dia são itens essenciais para um bom gestor.

Ler mais

Você Já Ouviu Falar em Liderança Situacional?

A liderança situacional pode ser a peça que faltava no quebra-cabeça da sua empresa. Ela diz respeito a líderes que têm alta capacidade de adaptação, levando em consideração quatro conceitos básicos: direção, orientação, apoio e autonomia. Saiba mais!

Ler mais

Banco de Horas no Feriado: Como Funciona e o Que é Permitido por Lei?

O banco de horas no feriado funciona como uma medida de flexibilizar a jornada de trabalho dos colaboradores e diminuir os encargos com horas extras para a empresa. Depois da Reforma Trabalhista, algumas regras foram modificadas. Saiba mais!

Ler mais

Fique por dentro do mundo de RH!

Faça o cadastro em nossa newsletter para receber nosso conteúdo novo, sempre fresquinho!

Conheça a Pontomais

Gestão de jornada na palma das mãos

Nosso App e Software de Controle de Ponto vai tornar sua vida mais fácil

20/03 18:01
R. Padre Anchieta, 2310, Mercês, Curitiba-PR
BANCO DE HORAS
+23:42

Que tal fazer um teste Grátis?

Experimente grátis por 14 dias o melhor sistema de Controle de Ponto da América Latina
COMEÇAR AGORA
Muito Obrigado. Clique AQUI para acessar a Pontomais
Oops! Alguma coisa deu errado ao enviar o seu cadastro! Tente novamente.

Estamos preparando sua conta...

Faça um teste grátis!

Experimente o melhor Controle de Ponto Online por 14 dias.
Sem Fidelidade!

Pontomais no Top of Mind

Inspirados pelo futuro. Conectados pela inovação.

23ª Edição do Top Of Mind de RH, 2020.
Estar entre os indicados ao Top of Mind de RH, principal premiação do segmento de Recursos Humanos brasileiro desde 1998, é um enorme reconhecimento ao trabalho desenvolvido pelas empresas fornecedoras de produtos e serviços para o RH.
Vote Aqui